O Moínho

12 comentários:

Manuela disse...

Helga,
tomei conhecimento deste seu blog, através do Salteador e qual não foi o muito agradável espanto, verificar que a Helga fotografa locais que me são muito queridos. Parabéns pelas estupendas fotografias.

Fê-blue bird disse...

Adoro também moinhos, pena este estar em ruínas ( mas lindo na mesma). Na aldeia do meu marido restauraram um, muito antigo,mas não sei porquê retiraram-lhe o encanto.
Boa semana,
beijinhos

al disse...

Curioso como num local de forte urbanização se consegum imagens bucólicas como esta.

AC disse...

Houve, em tempos, quem muita farinha moesse em aliança com o vento. Mas outros ventos sopraram, pródigos em modernidade, e a cantilena da vela silenciou. Resta o lamento das pedras, à mercê das intempéries do cimento, mas resgatadas, de quando em vez, pelo sensível olhar duma poetisa.

Beijo

Helga disse...

Manuela, muito obrigada! Fico contente que o blogue tenha agradado e que os lugares te sejam queridos e familiares.

Um beijinho :)

Helga disse...

Fê, os restauros nem sempre são fiéis ao trabalho original, o que por vezes retira esse encanto. Mas este deve permanecer tal e qual como foi em tempos, conservando apenas a degradação e o abandono.

Beijinho :)

Helga disse...

al,

Pessoalmente é precisamente esse contraste que me fascina, detalhes que destacam no meio de tanto, porém tão sós e esquecidos.

Beijinho :)

Helga disse...

AC, disse tudo - resta o lamento das pedras, à mercê das intempéries do cimento - em relação ao olhar de uma poetisa, já não tenho tanta certeza, mas é com lisonjeio e humildade que lhe agradeço as suas palavras.

Um beijinho :)

Ava disse...

Quantas histórias têm este moinho para contar. Mais um fabuloso momento teu. Adorei! Até porque esta foto tem uma áurea misteriosa e intemporal.

Beijinhos.

Pedrasnuas disse...

OUTROS TEMPOS ...OUTRAS PESSOAS...OUTROS UNIVEROS...OUTRAS VIDAS...

APROVADA!!!

Helga disse...

Ava,

Todos os dias me cruzo com ele. Não resisti em trazê-lo comigo. É de facto misterioso e intemporal.

Beijinho :)

Helga disse...

Pedrasnuas,

Vidas que se perpetuam no que deixaram atrás de si...

Bjs :)